Nem prova nem explicação

nemprovasUm amigo me falou para ler Genesis 22. Deus iria me falar algo especial através desta famosa passagem. Ontem à noite parei para refletir, então, sobre a prova de Abraão.
Até o nascimento de Isaque, haviam se passado 25 anos após o seu chamado por Deus: “Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mostrarei. Farei de você um grande povo, e o abençoarei. Tornarei famoso o seu nome, e você será uma bênção. Abençoarei os que o abençoarem, e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem; e por meio de você todos os povos da terra serão abençoados”. Gênesis 12:1-3

Abraão tinha 75 anos quando Deus lhe fez um desafio e uma promessa: O desafio era abandonar tudo e sair para um lugar desconhecido, sem muitas explicações. A promessa era se tornar o pai de uma grande nação.

25 anos de erros e acertos, de perseverança, sofrimento e fé. O nascimento. Mais alguns anos se passaram (uns dizem que Isaque era adolescente, outros, que ele tinha chegado aos 37 anos) e agora um novo desafio. Talvez mais maluco que o primeiro. Insano aos olhos do homem carnal: Deus lhe mandava sacrificar o seu único filho, o filho da promessa, também sem explicações. O interessante é que as ordens de Deus são normalmente assim: Tarefa a cumprir, promessa a receber e ponto. Não há explicações sobre como e muitas vezes nem por que. Em Gênesis 22:2 foi assim. Uma ordem aparentemente absurda e sem explicação: “Tome seu filho, seu único filho, Isaque, a quem você ama, e vá para a região de Moriá. Sacrifique-o ali como holocausto num dos montes que lhe indicarei”.

O ponto que me chama mais nesta situação é a reação de Abraão: Ele obedece. Não há reação. Ele poderia ter questionado ou combatido essa ordem. Haviam argumentos para isso!

Talvez se fosse comigo ou com você, diríamos: Mas Senhor, tem certeza? O Senhor se esqueceu que Isaque é o filho da Sua promessa? O Senhor se esqueceu que há 25 anos estou esperando por isso? Senhor honra a minha fé! Honra minha fidelidade! Eu fiz loucuras por acreditar em Ti!

Não houve reação. Nenhuma palavra. Ele poderia ter intercedido por Isaque como intercedeu por Sodoma e Gomorra, em Genesis 18, mas nada. A Bíblia diz apenas que “Na manhã seguinte, Abraão levantou-se e preparou o seu jumento. Levou consigo dois de seus servos e Isaque seu filho. Depois de cortar lenha para o holocausto, partiu em direção ao lugar que Deus lhe havia indicado”.

Nenhuma palavra não quer dizer nenhuma emoção. O que se passava na cabeça daquele homem a cada passo, em direção ao lugar do sacrifício? Talvez um “filme” tenha passado por sua cabeça, desde seu primeiro contato com Deus, até o nascimento de Isaque. Os 25 anos de espera…

Foram 3 dias de caminhada. Três dias de oportunidade para dizer não. Não havia conversas ou brincadeiras, na maior parte do tempo, silencio, reflexão e emoções. Quanto mais próximo, mais dolorido o coração. O sacrifício seria Isaque…

Mas emoção também não quer dizer descontrole. Abraão estava equilibrado, tinha uma única certeza que o sustentava: O Deus ao qual Ele servia era verdadeiro e absolutamente confiável! Por isso a serenidade. Paulo define fé, em Hebreus 11:1 como “a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos”. Abraão tinha fé naquele Deus.

 “No terceiro dia de viagem, Abraão olhou e viu o lugar ao longe. Disse ele a seus servos: Fiquem aqui com o jumento enquanto eu e o rapaz vamos até lá. Depois de adorarmos, voltaremos”. Gênesis 22:4-5

O que aconteceria lá em cima? Como Deus agiria? Não havia respostas. Mas havia UMA certeza: Depois de adorar OS DOIS voltariam.  E assim aconteceu.  A Bíblia não fala, em nenhum momento, de qualquer hesitação nem de Abraão, nem de Isaque, que poderia ter reagido ou tentado fugir. O exemplo do pai, sua serenidade e sua fé, de alguma forma, também lhe sustentavam. O relato vai até o final do capítulo 22. No momento do sacrifício veio a resposta. Na hora do fim aparente, o mover de Deus. Isaque é preservado e um carneiro providenciado para o sacrifício. Depois da aprovação, Deus estende sua promessa a Isaque e confirma sua fidelidade e apresso a Abraão.

Hoje o Senhor nos leva a refletir sobre isso. Há momentos na vida que a única alternativa é a fé. Não há explicação, não há resposta. Apenas uma ordem e um silêncio. E a nossa ordem é avançar, mesmo que pareça que seja o fim, mesmo que pareça loucura, mesmo que seja inexplicável. A certeza que deve nos sustentar é que O Deus ao qual servimos é verdadeiro e absolutamente confiável.

Vamos olhar para a história do homem?

Que conquista na história da humanidade foi baseada em prova real ou absoluta? Deus nunca mandou, aos homens aos quais inspirou, um trailer ou um selfie da vitória. Pelo contrário, todos foram “loucos”, avançaram pela fé e colheram seus frutos.

Quem poderia acreditar que Davi venceria Golias, que três homens passeariam na fornalha, que alguém sobreviveria em meio a leões famintos ou que um simples carpinteiro seria o salvador tão esperado?

Você já pensou no tamanho da loucura que era pensar em voar?

Se alguém, no século passado, te dissesse que você poderia se comunicar com a terra inteira em tempo real, sem sair de casa, o que você diria?

Para cada conquista, um desafio, um passo no escuro, ou melhor MUITOS passos no escuro.

Pense nisso!

Se o tempo passou e parece que seus esforços têm sido em vão. Se te chamam de louco ou fracassado. Se VOCÊ MESMO tem se achado um louco ou louca por acreditar em algo aparentemente tão impossível, lembre-se: Deus não vai te mandar provas ou explicações de COMO vai fazer. Se você está no caminho da obediência, Ele só vai te dar a paz e a serenidade dos verdadeiros vencedores.
(2)

Comentar com Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments

Olhe para o lado certo

olhos

Você já parou para pensar como nossos olhos são importantes para a nossa vida? Com eles, norteamos nosso caminho e com eles somos apresentados a todos os prazeres que a vida oferece.

Um bom Mestre Cuca sabe que a beleza de um prato é fundamental. Quanto mais atrativo visualmente, maiores são suas chances de sucesso.
Nos supermercados, as belas embalagens nos influenciam na decisão pelo produto que levaremos para casa.

A escolha inicialmente acontece através dos olhos e se não soubermos discernir para nós o melhor, se não tivermos prudência na hora da escolha, seremos enganados pelos olhos, pelo que vemos…
Através dos olhos podemos nos encher de desejos, ou de ira, ou de cobiça…
Quantos  são seduzidos e enganados pelas aparências…
Nesta semana u te convido a pensar sobre o papel de seus olhos. Ou melhor, sobre como você têm utilizado seus olhos…
Em Mateus 6: 22,23 Jesus nos diz: “A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz; Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso.”
Muitas vezes queremos vitórias em nossas vidas, queremos a presença de Deus, queremos uma comunhão mais íntima com Ele, queremos ser usados para ajudar quem amamos, queremos que nossos relacionamentos sejam melhores.
Queremos tantas coisas boas, mas na realidade não conseguimos conquistar nem a metade e aí colocamos a culpa nas pessoas, nos acontecimentos ou em Deus. Nos esquecemos de avaliar onde temos colocado nossos olhos…
Queremos a comunhão com Deus, mas teimamos em olhar para as coisas que não lhe agradam. Contaminamos nossa alma, nossos lares, nossa vida e não entendemos porque Deus não se manifesta…
Nos esquecemos de avaliar onde temos colocado nossos olhos…
Queremos filhos obedientes, famílias unidas mas nos esquecemos disso quando estamos em casa e optamos pela TV, pela novela que só ensina degradação….
Nos esquecemos de avaliar onde temos colocado nossos olhos…
Em Prov. 23: 5 Porventura fixarás os teus olhos naquilo que não é nada? porque certamente criará asas e voará ao céu como a águia.
Deus quer nos dar asas para voar, mas distraídos, fixamos nossos olhos no que é nada…
Muitos vivem uma vida de derrota e humilhação porque teimam em olhar para o passado, para as derrotas. Não olham para o futuro, não olham para a Palavra que fortalece, orienta, liberta…
Não percebem que estão olhando para o lado errado e sofrem a vida inteira…
Muitos pedem a Deus o dom da fé, mas colocam os seus olhos onde não há esperança…
Avalie onde você tem colocado os seus olhos!
Avalie o que tem alimentado a sua alma…
Em Prov. 3: 21, está escrito “Filho meu, não se apartem estas coisas dos teus olhos: guarda a verdadeira sabedoria e o bom siso”…
Guarda a sabedoria, procure aquilo que te faz crescer, olhe para o futuro, desligue a TV, leia a Palavra, olhe para as promessas do Senhor, olhe para Jesus e seja feliz!

Comentar com Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments

Impossível?

impossivel

Neste início de dia deixo para você uma reflexão que acabei de ler em um livreto que ganhei há dez anos. Mexendo em minhas gavetas, encontrei-o e sei que não foi por acaso que li uma de suas mensagens. É pequena, mas reflita, o re e creia. Deus falará profundamente ao seu coração.

Deus pergunta: “Acaso há impossíveis para mim?” (Jeremias 32.27) Certamente não pode haver nada difícil, complicado ou impossível para Deus. Caso contrário, Ele não seria Deus. Isto não significa que Deus irá resolver todos os nossos problemas e realizar um milagre após o outro para aliviar nosso sofrimento. Deus tem sua maneira e tempo próprio de agir; Ele tem objetivos a ser cumpridos.
Maria ficou perturbada com a revelação do anjo de que ela, uma virgem, daria à luz um menino. O temor se apoderou dela, mas ela não duvidou; deu seu testemunho sobre o poder e o propósito de Deus: …”nada é impossível para Deus”.
Se Deus é Deus e para Ele tudo é possível, Isabel, em idade avançada, pode gerar João; Zacarias ficou mudo; José teve sonhos que eram revelações, uma estrela, com magnitude nunca vista, surgiu no céu, Maria, virgem, ainda gerou e deu à luz um filho, Jesus!
Se Deus é Deus, e para Ele tudo é possível, nossa vida pode ser transformada; podemos ter paz em meio aos conflitos; amor em meio ao ódio; esperança em meio ao desespero…
Para Deus TUDO é possível! E, se cremos, tudo é realmente possível! (Marcos 9.23)

Creia nisso, tome posse dessa verdade em sua vida e seja feliz!

Comentar com Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments

E se Deus não nos carregasse no colo?

no colo

Agora a pouco, ao entrar na internet, uma pessoa me perguntou: – Tem uma palavra pra mim?
Não é a primeira vez que isso acontece e, confesso, a gente fica, instantaneamente, meio que sem saber o que falar, se perguntando: – Meu Deus o que eu falo agora?
Acredito que ela não queria apenas um “Jesus te ama”…
Certamente precisava de uma resposta de Deus, ou de um conforto, de um alento, de uma Palavra de esperança ou quem sabe de socorro?
Resolvi entrar no blog e deixar que o Espírito Santo me conduzisse…
Parei nesta mensagem, que deixo não apenas para quem me pediu, mas deixo  igualmente para você, que entrou no blog hoje também com uma motivação específica. Seja para se fortalecer na Palavra ou para encontrar alguma resposta…
Não importa…
O que importa é que sempre haverá uma Palavra do Senhor para nós e sua Palavra sempre será aquela que ilumina o nosso caminho.
Leia a mensagem com atenção. Reflita, ore, Deus falará ao seu coração!
Abços!

Deixo para você estes versículos de Isaías 46…

“Ouvi-me, ó casa de Jacó, e todo o restante da casa de Israel; vós a quem trouxe nos braços desde o ventre, e sois levados desde a madre. E até `a velhice eu serei o mesmo e ainda até `as cãs eu vos carregarei: eu vos fiz e eu vos levarei e eu vos trarei e vos livrarei.” Isaías 46:3-5

Lembre-se neste dia que o Deus de Jacó, o Deus de Moisés, Davi, Daniel, é o mesmo Deus que te carrega nos braços desde quando você foi concebido. Ou você acha que você suportaria a pressão do mundo se não fosse o amor e o cuidado do Senhor?

Estaríamos nós de pé agora não fosse o zelo do Senhor em nossas vidas?

Medite neste momento sobre isso…

Diariamente vivemos numa agitação e stress tão grandes que não percebemos que a causa de não sermos consumidos são as misericórdias do Senhor…

E se, em um só dia, Deus não derramasse suas misericórdias sobre nós?

E se, em um só dia, Deus fechasse os olhos para nós?

Ei!

Se isso acontecesse por UM SÓ SEGUNDO seríamos destruídos!

Não importa se você é jovem, criança ou velho. Rico ou pobre. Branco ou preto. Doutor ou um simples assalariado. O Senhor te diz que até a velhice Ele será o mesmo e o carregará e o Trará e o livrará!

Mesmo que, aparentemente, as coisas não estejam dando certo em sua vida. Mesmo que o sentimento de fracasso seja grande, mesmo que a sensação de solidão seja terrível, o Senhor te trouxe aqui agora para te dizer que jamais deixará de ter carregar no colo. Jamais!

E se Deus não nos carregasse no colo?

A dor seria insuportável, o inimigo seria imbatível, a morte seria implacável!

Não foi a toa que você ligou o seu computador, entrou na internet e veio parar aqui neste blog!

Tome posse das palavras deste versículo. Creia queo Deus do impossível é contigo. Ele te carrega no colo e jamais te abandonará.

Mesmo que o inimigo pareça imbatível. Só parece…

O Senhor dos Exércitos é contigo e, no momento certo, lhe dará a vitória completa.

Creia nisso, tome posse dessas palavras pra sua vida e seja feliz!

Comentar com Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments

A mulher chorona

mulher chrona

Havia em uma aldeia uma senhora chamada de “mulher chorona” pois todos os dias, chovendo ou fazendo sol, ela sempre estava chorando. Ela vendia bolinhos na rua, e um monge sempre, no início da manhã, passava por ela. Um dia, curioso, ele lhe perguntou:

– Sempre que passo, seja em belos dias ensolarados, seja em dias chuvosos, vejo a senhora chorando. Por que isso acontece?

– Tenho dois filhos,- ela respondeu – Um faz delicadas sandálias, o outro guarda-chuvas. Quando faz sol, penso que ninguém comprará
os guarda-chuvas de meu filho, e ele e sua família vão passar necessidades. Quando chove, penso no meu filho que faz sandálias, e que ninguém vai comprá-las. Então ele também vai ter dificuldade para sustentar sua família.

O monge pensou, sorriu e disse:
– Mas… a senhora deveria ver as coisas da forma correta. Veja: quando o sol brilha, seu filho que faz sandálias venderá muito, e isso é muito bom! Quando chove, seu filho que faz guarda-chuvas venderá muito, e isso é também muito bom! Basta que cada um saiba administrar as suas bênçãos, preparando-se para os dias de pouca venda… Todos os dois são afortunados, são privilegiados por terem uma função, um trabalho e todos os dois são abençoados no seu tempo…
A velha, parou um pouco, olhando para o infinito, como se estivesse vasculhando o horizonte. Em seguida olhou-o com alegria e exclamou:
– Tem razão!
Desde então a velha passou todos os dias, chovendo ou fazendo sol, sorrindo feliz.

Neste dia, pense nisso…

O nosso maior problema no dia a dia é que temos o hábito de olhar sempre as coisas pelo lado negativo. Nos amarguramos, passamos os dias, nos lamuriando, choramingando, simplesmente porque não conseguimos ver o verdadeiro sentido das coisas, dos acontecimentos.
Tudo na vida pode e deve ser aproveitado!
Tudo depende da forma como nos dispomos a enxergar a realidade!

Imagine uma criança que pede a seus pais uma nota de cem reais e recebe, é claro, bem menos, apenas 5 reais para comprar balas. Ela tem duas alternativas: chorar e fazer pirraça até levar umas palmadas ou agradecer pelo que recebeu e aproveitar aquele valor da melhor maneira possível. Tudo depende da forma como enxergamos as coisas! Certamente, com o tempo, aqueles pais, de acordo com a atitude de seu filho, vão aumentando o valor a ser dado.

Lembre-se de Eclesiastes 3 1: “TUDO tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”.
Onde você está agora? No trabalho? Em casa? o que tem vivido?
Não importa a sua situação, aproveite cada momento que você tem para o seu crescimento, para o fortalecimento de sua fé. Não faça como a criança pirracenta ou como a mulher chorona, aprenda a crescer em todas as situações!
Olhe ao seu redor e peça a Deus o dom do discernimento…
Por que você está vivendo esta situação agora? Qual é o propósito de Deus neste momento em sua vida?
Creia no que está escrito em Romanos 8:28 que diz: “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”.
Pare com a mania de distorcer a sua realidade, de choramingar, de reclamar, de dizer o quanto você é infeliz, azarado, amaldiçoado. Não faça como a criança pirracenta ou como a mulher chorona!
Tudo depende da forma como enxergamos e enfrentamos as coisas!

Veja bem….

O verdadeiro vencedor, os grandes empreendedores, são aqueles que aprendem com as dificuldades. São aqueles que vêem as dificuldades como desafios, como oportunidades de crescimento e não como obstáculos!
Pense nisso!
Dê um tempo a si mesmo, avalie cada situação de sua vida de forma diferente, agradeça a Deus pelas oportunidades de crescimento que você tem e seja feliz!!!

Comentar com Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments