Conheça a verdade sobre vidente que previu a morte de Campos

aviao campos

Homem teria previsto a morte do presidenciável Eduardo Campos em 2005 e teria registrado em cartório o documento naquele ano

 Por Lucas Agrela em Exame

Um vidente teria previsto a morte do presidenciável Eduardo Campos em 2005 e teria registrado em cartório o documento no ano de 2005.

Um dia após o acidente aéreo que tirou a vida de Campos, uma imagem começou a circular pelas redes sociais com a previsão, creditada a Jucelino da Luz (que se diz o clarividente de maior credibilidade do Brasil e do mundo), que tinha os seguintes dizeres:

“Venho mui respeitosamente, pedir que me escute porque teremos um acidente da TAM em São Paulo JJ 3054 e esse é um sinal que sua vida estará em risco e uma sabotagem vai derrubar seu avião em Santos com avião labace 2012, em 13/08/2014. Deverá ter muito cuidado, pois será candidato a presidente em 2014. Seu avião será sabotado e poderá ter outro acidente da TAM EM 26/11/2014. Espero estar errado.

Jucelino Nóbrega 15/06/2005. ”

Carta-Jucelino-da-Luz

Ao compararmos a data da carta com a trajetória de Eduardo Campos, nota-se uma incongruência: até 20 de junho de 2005, Campos ainda era Ministro de Ciência e Tecnologia durante o primeiro mandato do governo Lula. Apenas em 2006 o político se candidatou ao governo de Pernambuco e venceu no segundo turno. Além disso, o mencionado labace não é uma marca de avião, mas sim a maior feira de aviação geral da América Latina e a 2ª maior do mundo — que, vale notar, teve início no mesmo dia do acidente de Campos, 13 de agosto. Outro caso em que Jucelino da Luz teria previsto algo foi em 2007. Segundo ele, uma previsão sua de 2004 alertava a então prefeita de São Paulo Marta Suplicy sobre um acidente nas obras do metrô. No dia 12 de janeiro, às 15h, uma cratera de 80 metros de diâmetro se abriu no local onde seria a estação Pinheiros da linha amarela. Entretanto, o documento com a previsão foi registrado somente no dia 22 janeiro de 2007. Em seu site oficial, o vidente exibe diversas reportagens mostrando suas previsões acertadas, mas também diversos erros. Contudo, como bem aponta o e-farsas, a previsão é falsa.

Comentar com Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments

Entenda a doença por trás do ‘desafio do balde de gelo’

BALDE DE GELO

Iniciativa pretende estimular doações a entidades ligadas à esclerose lateral amiotrófica, uma condição degenerativa que afeta a capacidade de movimentar-se, comer e respirar

Por Vivian Carrer Elias em Veja

Nas últimas semanas, vídeos de celebridades internacionais, chefões da tecnologia e jogadores de futebol recebendo um banho de água com gelo sobre a cabeça tomaram conta das redes sociais. Neles, eles desafiam três amigos a fazer o mesmo ou a doar recursos para entidades ligadas à esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença degenerativa para a qual não existe cura.

Há poucos dias, o “desafio do balde de gelo” passou a ser adotado por brasileiros famosos, incluindo o jogador Neymar, a modelo Gisele Bündchen e a cantora Ivete Sangalo. As associações brasileiras ligadas à condição já sentem o aumento das doações, mas elas ainda são muito menores do que os recursos destinados à causa nos Estados Unidos, onde a campanha teve início.

A iniciativa americana foi criada para estimular as doações para a ONG ALS Association. O desafio recebeu atenção de pessoas como Bill GatesMark Zuckerberg e Taylor Swift especialmente após Peter Frates, um americano de 29 anos que tem a doença, aderir à campanha. No dia 31 de julho, ele publicou, em sua página no Facebook, um vídeo em que aparece balançando a cabeça ao som da música Ice Ice Baby. “Água com gelo e ELA são uma péssima mistura”, escreveu, antes de desafiar três colegas a receberem o banho de água com gelo.

Doações — Segundo o jornal The New York Times, a ALS Association recebeu 13,3 milhões de dólares em doações entre os dias 29 de julho e 18 de agosto — no mesmo período do ano passado, as doações somaram 1,7 milhão de dólares.

No Brasil, a adesão de celebridades à brincadeira também provocou um aumento das doações, embora (muito) menor. A Associação Pró-Cura da Ela, por exemplo, recebeu 10 000 reais em doações desde segunda-feira. Em todo o ano passado, foram doados cerca de 12 000 reais. Já a Associação Brasileira de Esclerosa Lateral Amiotrófica (Abrela) recebeu, desde o último dia 13, cerca de 5 000 reais a mais do que o de costume. Normalmente, as doações ao órgão somam aproximadamente 18 000 reais no mês.

A doença — A esclerose lateral amiotrófica danifica as células nervosas do cérebro e da medula, inclusive os nervos motores. Com isso, a capacidade de o cérebro iniciar e controlar movimentos voluntários, inclusive os ligados à fala e deglutição, diminuiu progressivamente. Em estágios avançados, o paciente pode ter paralisia completa. Segundo o neurologista Acary Oliveira, professor da Unifesp e um dos fundadores da Abrela, pessoas com a doença vivem, em média, três anos e meio a partir dos primeiros sintomas. No entanto, há casos mais raros de pessoas que conquistam uma longevidade maior. É o caso do cientista Stephen Hawking, hoje com 72 anos. Ele recebeu o diagnóstico de ELA aos 21 anos.

Estima-se que a doença atinja cerca de 6 000 brasileiros. “No entanto, trata-se de uma doença subdiagnosticada porque o tempo entre o aparecimento dos sintomas e a detecção da doença é longo. Em média, demora um ano”, diz Oliveira. Segundo o neurologista, um dos motivos pelo qual a campanha conquistou tantas adesões é o fato de a doença progredir de forma muito rápida e debilitar a função motora do paciente, mas sem afetar a sua cognição. “Pessoas com a doença chegam a ficar na cama, sem conseguir mover-se, falar ou comer. Porém, a cognição delas está preservada. Isso mexe com as pessoas”, afirma.

 

Comentar com Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments

Silencie

silencie

Conta-se que um índio foi levado por seu amigo para passear no centro de São Paulo. Seus olhos não conseguiam acreditar na altura dos edifícios e ele mal conseguia acompanhar o ritmo frenético das pessoas indo e vindo.

Espantava-se com o barulho ensurdecedor das sirenes, dos automóveis, das pessoas falando em voz alta.

Mas de repente o índio falou:

- Espere…Ouço um grilo…

O amigo espantado retrucou:

- Impossível ouvir um inseto tão pequeno nessa confusão!

O índio insistiu que ouvia o cantar de um grilo. Tomando o seu amigo pela mão, levou-o até um canteiro de plantas. Afastando as folhas, apontou para o pequeno inseto.

- Como?

-Perguntou o amigo, ainda sem crer.

O índio pediu-lhe algumas moedas, e então as jogou na calçada. Quando elas caíram, muita gente se voltou, ouvindo o tilintar do metal

- Escutei o grilo porque o meu ouvido está acostumado com este tipo de barulho. Disse o índio… As pessoas aqui ouvem o dinheiro caindo no chão porque foram condicionadas a reagirem a esse tipo de estímulo. Depois arrematou:

- A gente ouve o que está acostumado ou treinado a ouvir.

Pense nisso…

Talvez você seja daquelas pessoas que reclama não ouvir a voz Deus em sua vida. Talvez você se sinta frustrado por não conseguir ver o amor de Deus em cada momento, em cada situação…
Ouça bem!
As agitações dos nossos dias são tantas, as preocupações nos incomodam tanto, o barulho, o corre-corre é tão grande que não ouvimos a voz de Deus.
Me responda a uma coisa:
Nós já estamos no meio do ano… e eu te pergunto: Como está sendo o ano  para você?
Muitas decepções? Muita luta?
Você tem cobrado de Deus uma resposta mais eficaz para os seus problemas e desafios?
Tem a sensação de que Ele não está te ouvindo?
Tem a sensação de estar completamente só?

Talvez você esteja tendo uma postura errada…

Talvez o que te falte é sensibilidade para ouvir as respostas…

Comece a treinar agora os seus ouvidos, o seu coração, mesmo que você esteja no meio de muitos problemas de muito barulho. Comece a treinar para ouvir, para sentir…

A voz de Deus só é ouvida por aqueles que tem o ouvido sensível, o coração puro e desprovido de apegos.

Em IS 59:1 o Senhor nos diz “EIS que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir”.

Sente-se sozinho?
Acredita que Deus não te ouve?

Em Isaías 65, 24, o Senhor também nos diz: “E será que antes que clamem eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei”.

Em números 23:19, o Senhor nos diz: Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?

Quando nos sentimos sós, quando achamos que Deus está surdo e não ouve nossas preces, quando imaginamos que Deus não se importa conosco, estamos simplesmente transferindo para Ele uma responsabilidade que é nossa!

Eu te pergunto: Você tem se colocado na posição de ouvir a voz de Deus na sua vida?
Você tem dado oportunidade ao Senhor para revelar-se em sua vida?

Ou o barulho do mundo e das preocupações são tão grandes que estão abafando a voz do Senhor no seu dia a dia?

“EIS que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir”.

Pense nisso…

Não deixe que o corre-corre, que as preocupações e os apegos tirem de você a sensibilidade de ouvir a voz de Deus!

Mas para isso  é necessário que você treine os seus ouvidos, o seu coração. Pare e disponha-se para ler a Palavra,  pare em oração, pare e silencie. Porque aqueles que aquietam o coração escutam o sussurro de DEUS.

Pense nisso, o nosso Deus é um Deus verdadeiro, de ação, de libertação, de amor e de vitórias…

Em Apocalipse 3:20, Jesus nos diz “Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo”.

Creia nisso, faça a sua parte e seja feliz!

Comentar com Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments

Não clique em um “vídeo de despedida” de Robin Williams

robinSuposto vídeo está espalhando vírus pelo Facebook

Fonte Revista Galileu

Links que trariam um vídeo com as últimas palavras de Robin Williams antes de sua morte estão espalhando vírus pelo Facebook. De acordo com o TechTudo, o malware se apresenta através de uma imagem que simula uma notícia da BBC, contendo um vídeo que Williams teria gravado em seu smartphone.

Ao clicar no link, o usuário é redirecionado para um site que pede a instalação de um plugin – dessa forma, o computador é infectado.  E, mesmo que instale o plugin malicioso, a pessoa é redirecionada para outros sites de aplicativos e nunca para o vídeo – até porque tal material não existe.

Fique ligado e alerte os amigos!

Comentar com Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments

App bloqueia celular de filhos até que eles retornem ligação dos pais

aplicativo

IgnoreNoMore, disponível para Android, força crianças e adolescentes a ligarem de volta para seus pais; caso contrário, tela do celular fica ‘preta’

Por Bruno Capellas em Link/Estadão
Quem é pai sabe o quanto é irritante ligar para os filhos para saber se eles estão bem e eles não atenderem nem darem um mísero sinal de vida. A americana Sharon Standifird, do Texas, se cansou disso e resolveu criar uma solução para ter respostas dos filhos: ela é a mente por trás do IgnoreNoMore, um aplicativo que bloqueia todas as funções do celular da criança ou do jovem até ela ligar de volta para seus pais.

Sim, é isso mesmo que você leu: se o pai ligar, você não atender e não ligar de volta, nada de jogos, nem de curtir o post dos amigos no Facebook ou até mesmo mandar um WhatsApp para a galera, deixando a tela do celular toda preta. A única exceção para a tela preta é que o filho pode fazer chamadas de emergência.

O aplicativo tem só um pequeno problema: é preciso que os pais instalem e ativem o IgnoreNoMore no celular dos filhos — algo que não acontece com tanta frequência assim, não é mesmo? Depois de ativado, entretanto, o app só pode ser removido com autorização dos pais.

Por enquanto, o IgnoreNoMore está disponível apenas para Android, e custa US$ 1,99 por cada celular ‘bloqueável’. Uma versão para iOS está sendo desenvolvida em breve.

Comentar com Facebook

comentários

Powered by Facebook Comments